Catálogo

Ciências Humanas

O Brasil no discurso da antropologia nacional

Autor(a) : Mônica Thereza Soares Pechincha

N° de páginas : 184

N° do ISBN : 85-87635-33-6

ESGOTADO

Ao desmistificar crenças e argumentos largamente aceitos no mundo acadêmico, este livro faz uma releitura crítica dos cânones da antropologia brasileira, investigando o viés autoritário dos discursos hegemônicos, a partir dos quais conceitos de “cultura” são enunciados.
Alinhada com a linha dos “estudos culturais”, a autora resgata a inarredável consciência do papel político das ciências sociais, reafirmando que não se pode, em absoluto, admitir o relativismo como lugar privilegiado do escape ideológico.
Numa análise que remete a marcos importantes da antropologia brasileira, Mônica Pechincha identifica na linguagem antropológica dos estudos sobre o Brasil, sobretudo na obra de Roberto DaMatta, nítidos sotaques de conservadorismo oligárquico e de resistência ao reconhecimento real da existência e do poder do “Outro”.

Sobre a Autora

Mônica Thereza Soares Pechincha é doutora em Antropologia pela UnB, onde desenvolveu estudos críticos sobre a obra de Roberto daMatta. Atua hoje nos quadros do Ministério da Educação.

Comentários

 


Cânone Editorial
Rua J-2, Qd 3, Lt 18, N. 60, esquina c/Rua J-5,
Setor Jaó CEP: 74.673-140 - Goiânia – GO
(62) 3204-2825 |  canonevendas@gmail.com
Edita Libre