Catálogo

Ciências Humanas

Cidades e Meio Ambiente

Organizador(es) : Liliana Pena Naval

Preço : R$ 25,00

N° de páginas : 138

N° do ISBN : 978-85-8058-014-3

O aumento da expectativa de vida de uma população está diretamente associado à melhoria de suas condições de vida. Vários fatores influenciam o chamado Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de um determinado lugar, entre eles os serviços de saneamento ambiental, alimentação, índices de violência, serviços de saúde, educação e, por último, mas não menos importante, a poluição.
     Embora o aumento da expectativa de vida do brasileiro tenha ocorrido de forma desigual, pois depende do grau de desenvolvimento de cada região do país, os avanços nesse sentido saltaram em mais de vinte anos desde a década de 1950. Isso se deve, sobretudo, aos resultados de pesquisas científicas e tecnológicas voltadas para o desenvolvimento de novos processos químicos e de materiais e também à descoberta de novos fármacos, entre outros processos inovadores.
     A busca por uma melhoria na qualidade de vida ampliou em muito a produção de bens e serviços, incentivando o consumo e acarretando, por conseguinte, agressões significativas à natureza, principalmente nas grandes cidades. A gradual modificação no relacionamento do homem com o meio ambiente, observada nessas últimas décadas, tem mostrado a necessidade de uma nova forma de pensar e agir, que toma a “sustentabilidade” como foco de cada ação. Nesse processo, a educação é apontada como a forma mais apropriada de se atingir a sustentabilidade e conseguir melhorias ambientais, assim como de se disseminar novas formas de pensar e agir.
     Este livro, elaborado com base em notas de aula e em ações e atividades desenvolvidas no Curso Multi e Interdisciplinar de Ciências do Ambiente da Universidade Federal do Tocantinense, contou com a colaboração dos pesquisadores do Curso de Pós-Graduação em Tecnologia Nuclear do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen-USP). Seu propósito é apontar, para estudantes, educadores e demais profissionais, algumas saídas capazes de melhorar a gestão ambiental. Para tanto, aborda problemas amplos como a legislação ambiental brasileira, aspectos regionalizados dessa questão no norte do país, apresentando também estudos de caso sobre o estado do Tocantins e sua capital, Palmas.
      Em síntese, o conjunto desses textos sinaliza a necessidade de uma maior participação da população na definição, implementação e avaliação de políticas públicas.

Maria Aparecida F. Pires

Sobre as Organizadoras:

LILIANA PENA NAVAL

Graduada em Ciências Biológicas e doutora em Engenharia Química pela Universidade Complutense de Madri. Atualmente é docente da Universidade Federal do Tocantins, no curso de Engenharia Ambiental e no Programa de Mestrado em Ciências do Ambiente. É coorde¬nadora do Laboratório de Saneamento Ambiental, consultora dos periódicos Brazilian Archives of Biology and Technology e Water Science and Technology e diretora de Assuntos Internacionais da Universidade Federal do Tocantins.

 

 

.

Comprar

Cânone Editorial
Rua J-2, Qd 3, Lt 18, N. 60, esquina c/Rua J-5,
Setor Jaó CEP: 74.673-140 - Goiânia – GO
(62) 3204-2825 |  canonevendas@gmail.com
Edita Libre